O que você deveria saber sobre câncer de próstata

O que você deveria saber sobre câncer de próstata

O que você deveria saber sobre câncer de próstata

Tags : 

O câncer de próstata é uma doença maligna de evolução lenta que raramente se manifesta antes dos 40 anos de idade. Pode evoluir sem manifestação de sintomas por muitos anos. É o tipo de câncer mais frequente no homem e segunda causa de morte no sexo masculino.

Quais os sintomas?

O câncer de próstata dificilmente causa sintomas quando está em suas fases iniciais. Possíveis sintomas são:

– aumento da frequência urinária,
– dificuldade para urinar,
– presença de sangue na urina
– dor óssea, principalmente na bacia e na coluna

Fatores de Risco

Idade – a doença ocorre quase que exclusivamente em homens com mais de 40 anos, com aumento na incidência a partir dos 50 anos. Está presente, ainda que muitas vezes sem relevância clínica, em cerca de 60% dos homens com mais de 80 anos

Histórico Familiar e Fatores Genéticos – homens com um ou mais parentes de primeiro grau com câncer de próstata apresentam risco de três a cinco vezes maior de desenvolver a doença

Alimentação – gorduras de origem animal, como as de carne vermelha e da manteiga, tendem a favorecer o desenvolvimento do câncer de próstata. Por outro lado, substâncias presentes no tomate podem ter algum efeito protetor contra a doença

Prevenção

Check-up anual – quando diagnosticado precocemente, o câncer de próstata apresenta índices de cura bastante elevados. Em fases mais avançadas, as chances são menores

Dieta – uma alimentação rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais e com menos gordura, sobretudo as de origem animal, ajuda a reduzir o risco do câncer

Outros cuidados – recomenda-se pelo menos 30 minutos de atividade física diária, manutenção do peso e diminuir o consumo de álcool e tabaco

Check-up e Diagnóstico

Exame digital retal – popularmente conhecido como “exame de toque”. O médico palpa a superfície da próstata ã procura de nódulos ou tumores. O exame é rápido, indolor e detecta aproximadamente 40% dos cânceres tratáveis

Antígeno prostático espcífico (PSA) – exame de sangue que mede a concentração de uma proteína produzida quase que exclusivamente pela próstata. Níveis elevados de PSA não confirmam a presença de câncer, mas são indicativos da necessidade de uma investigação mais apurada, por meio de uma biópsia

Biópsia transretal da próstata – nos casos em que o toque retal ou o PSA forem significativamente alterados, o médico poderá solicitar a realização de uma biópsia da próstata guiada por ultrassom, após discussão individualizada com cada paciente.

Tratamento

A escolha da melhor forma de tratamento é extremamente individualizada e deve ser discutida com o médico. A decisão sobre o tipo de tratamento leva em consideração fatores como idade, extensão da doença, outras doenças do paciente e preferência pessoal face ao possíveis efeitos colaterais dos diversos tratamentos. Existem essencialmente três opções para o tratamento no início da doença: observação vigilante, cirurgia radical ou radioterapia (com ou sem hormonioterapia). Para a doença avançada, a base do tratamento é a deprivação androgênica (eliminação da produção ou do efeito da testosterona).

**Os textos publicados no site têm o objetivo de informar e não substituem a consulta médica.**

Clique aqui para imprimir este artigo.


Pesquisar