Orientação Alimentar para Gastrite

Orientação alimentar para gastrite

Orientação Alimentar para Gastrite

Tags : 

PREFERIR:
– Alimentos integrais – frutas não ácidas, verduras, legumes e cereais integrais.

EVITAR:
– Refeições pesadas e gordurosas (feijoada, churrasco e fast-foods);
– Frituras em geral (pastéis, coxinha, preparações à milanesa e à dore);
– Alimentos que estimulam a secreção de ácidos. São eles:
– Temperos (pimenta malagueta,vermelha e do reino, vinagre, caldo de carne, catchup, mostarda e molho de tomate);
– Bebidas gaseificadas (refrigerantes e água com gás);
– Bebidas alcoólicas;
– Café, chá mate e preto;
– Chocolate;
– Frutas cítricas – ácidas (laranja pêra, abacaxi, maracujá, limão, cajú, morango, mexerica e kiwi);
– Chicletes e balas.

RECOMENDAÇÕES:
– Coma devagar e mastigue bem os alimentos, pois assim a digestão será mais fácil e os nutrientes serão melhor aproveitados;
– Realize de 5 a 6 refeições diárias (café manhã, lanche matinal, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia), com volume reduzido;
– Não consuma líquidos durante ou logo após as refeições. Tome-os 1 hora antes ou após as refeições;
– Evite os extremos de temperatura (quente e frio);
– Evite os alimentos que causam desconforto gástrico;
– Espere pelo menos 2 horas após a refeição para deitar-se;
– Não se deve realizar a auto-medicação. Oriente-se com o médico;
– Restrinja o uso de bebidas alcoólicas e fumo;
Obs.: o fato de não estar sentindo mais nada, não significa que está curado, siga a dieta e não abuse.

Referências Bibliográficas:
Sociedade Brasileira de Gastroenterologia e Nutrição do Estado de São Paulo:
www.sgnsp.org.br/artigos
CUPARRI, L. Nutrição Clínica no Adulto – (Guias de Medicina Ambulatorial e Hospitalar /Unifesp – Escola Paulista de Medicina. 2º ed. rev. e ampl. – São Paulo : Manole, 2005.

**Os textos publicados no site têm o objetivo de informar e não substituem a consulta médica.**

Clique aqui para imprimir este artigo.


Pesquisar