Orientação Alimentar para Pacientes Anticoagulados

Orientação para Anticoagulação Oral

Orientação Alimentar para Pacientes Anticoagulados

Tags : 

Dieta pobre em vitamina K é recomendada a pacientes que fazem uso de medicamentos cujo princípio ativo é a warfarina (ex: Marevan, Marcoumar Coumadin); também chamados anticoagulantes orais.

ALIMENTOS PROIBIDOS
– Hotaliças: aspargos, alface, hortelã, brócolis, mostarda, couve, espinafre, repolho, cebolinha, salsinha, folhas e talos de couve-flor, folha de nabo, almeirão, agrião, rúcula;
– Pepino com casca;
– Tomate verde;
– Fígado de boi, de frango ou de porco;
– Gema de ovo;
– Folhas de chá in natura e industrializadas (cidreira, ervas-doce, mate, hortelã, boldo, chão verde, puejo, alecrim, arruda, e outros chás feitos a base de folhas verdes);
– Grãos: de bico, lentilha, soja e ervilha verde;
– Algas marinhas;
– Óleo de soja, de semente de algodão, de canola, de oliva. Poderá ser consumido quando o mesmo for exposto a luz do dia ou à luz fluorescente por 2 dias, dar preferências as embalagens transparentes. Podem ser substituídos por óleo de milho.

RECOMENDAÇÕES GERAIS
– Siga rigorosamente a orientações dadas;
– O sucesso de seu tratamento dependerá de sua alimentação;
– O uso dos alimentos proibidos inativa o efeito do medicamento (anticoagulante);
– Após a suspensão do medicamento (anticoagulante) espere 3 semanas para voltar a se alimentar com todos os alimentos.

Adaptado do Serviço de Nutrição e Dietética do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo.

**Os textos publicados no site têm o objetivo de informar e não substituem a consulta médica.**

Clique aqui para imprimir este artigo.


Pesquisar